Pular para o conteúdo

EBAU ou PCE: qual vestibular escolher para estudar na Espanha?

    EBAU ou PCE

    Já conhece os vestibulares espanhóis? Qual você escolheria, EBAU ou PCE? Acesse e descubra as diferenças entre os dois e o passo a passo para realizar uma escolha alinhada com seus objetivos!

    Se você é um estudante brasileiro que sonha em fazer faculdade na Espanha, certamente está se deparando com uma importante decisão: EBAU ou PCE?

    Esses são os dois principais vestibulares que abrem as portas das universidades do país para estrangeiros. E conhecer as características de cada um é essencial para direcionar sua rotina de preparação.

    Neste artigo, vamos explorar ambos os vestibulares espanhóis e fornecer informações valiosas para ajudá-lo a tomar uma decisão assertiva sobre qual deles escolher: EBAU ou PCE. Começamos?

    O que é a EBAU?

    A Evaluación de Bachillerato para Acceso a la Universidad, ou Selectividad, é um exame nacional padronizado que permite o acesso às universidades espanholas, privadas e públicas, tanto por parte de nativos quanto de estrangeiros. 

    Em geral, a prova avalia as habilidades e conhecimentos adquiridos durante o Ensino Médio e é dividida em duas fases: geral obrigatória e específica voluntária

    A primeira fase é composta por quatro exames:

    1. Língua Castelhana e Literatura.
    2. História da Espanha.
    3. Língua estrangeira (inglês, francês, italiano ou alemão).
    4. Disciplina correspondente à modalidade do bachillerato (Matemática II, Matemática aplicada às Ciências Sociais II, Latim ou Fundamentos da Arte). Algumas comunidades autônomas conferem aos alunos a liberdade para escolher a matéria a ser examinada.

     ⚠ ️ Atenção: em comunidades autônomas com língua cooficial, a fase geral conta com um exame opcional referente ao idioma local, como o valenciano na Comunidade Valenciana. 

    Por outro lado, a fase específica e voluntária, como o nome indica, não é obrigatória, mas é orientada àqueles estudantes que desejam subir suas notas. Contando com disciplinas optativas como:

    • Artes Cênicas
    • Biologia
    • Cultura Audiovisual
    • Desenho Técnico
    • Desenho
    • Economia de Empresas
    • Física
    • Geografia
    • Geologia
    • Grego
    • História da Arte
    • História da Filosofia
    • Química

    Essa fase voluntária pode ser um plus para os estudantes brasileiros, pois é aí que podem mostrar suas aptidões nas matérias relacionadas ao curso desejado.

    Uma vantagem da EBAU é que ela é amplamente reconhecida e aceita pela maioria das universidades espanholas. Além disso, em caso de reprovação, o exame pode ser repetido quantas vezes o interessado quiser.

    Como a nota da EBAU é calculada?

    De modo geral, ao contrário do Enem no Brasil, não basta apenas ter um bom desempenho na EBAU. Isso porque a nota média do Ensino Médio também é tida em consideração na hora de calcular a nota final que um aluno necessita para ingressar em uma universidade espanhola. 

    Ficou confuso? Calma, a gente explica!

    1. Para ser aprovado na fase obrigatória da EBAU não é necessário aprovar todos os exames. No entanto, a média global deve ser de pelo menos 4, já que esta fase tem um peso de 40% na nota final do estudante.
    2. A nota média do Ensino Médio, por outro lado, tem um peso de 60% na nota final de acesso à universidade
    3. Por fim, caso o aluno tenha aplicado para a fase voluntária, a depender da correlação entre a disciplina examinada e a carreira escolhida, a soma da nota da Fase Obrigatória + Ensino Médio pode ser multiplicada por 0,1 ou 0,2

    Além desse cálculo, um ponto a ser considerado é a nota de corte, ou seja, a pontuação mínima necessária para ser aprovado em determinado curso e universidade (sendo 14 a pontuação máxima possível).

    Vale lembrar que a nota de corte muda ano após ano, podendo variar conforme a concorrência, universidade escolhida, área de estudo e quantidade de vagas disponíveis.

    Top 10 cursos com maior nota de corte da Espanha em 2022

    1. Medicina – Autônoma de Madrid: 13,426
    2. Medicina – Complutense de Madrid: 13,408
    3. Medicina – Universidade de Valência: 13,35
    4. Biomedicina Básica e Experimental – Universidade de Sevilha: 13,336
    5. Biotecnologia – Politécnica de Madrid: 13,295
    6. Medicina – Universidade de Alcalá: 13,288
    7. Medicina – Universidade de Granada: 13,27
    8. Medicina – Miguel Hernández de Elche: 13,27
    9. Medicina – Jaume I de Castellón: 13,26
    10. Medicina – Universidade Rey Juan Carlos: 13,257

    DESCUBRA como ENTRAR EM MEDICINA ????????‍⚕️ na Espanha ???????? em Universidade PÚBLICA espanhola  [ano 2023]

    Quando acontece a EBAU?

    As datas dos exames podem variar em cada comunidade autônoma da Espanha, ainda que as duas convocatórias anuais costumam acontecer no mês de junho e setembro

    Em 2022, por exemplo, a primeira convocatória da EBAU tinha um limite específico, devendo ser realizada a partir de 1º de junho e antes do dia 17 do mesmo mês.

    O que é a PCE?

    A PCE é um conjunto de provas específicas para estrangeiros e exigida por algumas universidades espanholas para determinados cursos. 

    Essas provas são projetadas para avaliar o conhecimento e as habilidades necessárias para cada área de estudo. Diferentemente da EBAU, a PCE pode ter requisitos adicionais, a depender da comunidade autônoma. Por exemplo, para Galícia se exige do aluno 2 exames como mínimo, em Madri o número sobe para 4. 

    Igualmente, os candidatos terão que escolher suas disciplinas com base no ramo ao qual pertence a carreira que desejam acessar e nas diretrizes  estabelecidas pela(s) universidade(s) de interesse. 

    Quanto à estrutura, as provas de competência específica englobam diversas áreas de conhecimento, divididas em quatro grupos: ciências, humanidades, ciências sociais e arte

    Quando acontece a PCE?

    As convocatórias da PCE também são realizadas duas vezes ao ano. A primeira delas ocorre em maio/junho, enquanto a segunda é realizada em setembro

    Em 2023, por exemplo, os exames de maio/junho foram de 22 a 26 de maio na Espanha e de 5 a 10 de junho no exterior (incluindo no Brasil), enquanto as provas da chamada de setembro foram estabelecidas de 4 a 9 de setembro.

    Qual escolher: EBAU ou PCE?

    A escolha entre  EBAU ou PCE dependerá de vários fatores, como regras das comunidades autônomas, universidades e cursos desejados, habilidades e aptidões pessoais do aluno, bem como capacidade e tempo de preparação. 

    Nesse sentido, é recomendado pesquisar as universidades e os programas de estudo de interesse e verificar quais exames são exigidos por cada um deles.

    Considere também entrar em contato com as instituições para obter informações adicionais e esclarecer dúvidas em relação a valores, processo de matrícula e documentação adicional.

    Ainda não conhece as instituições de ensino superior da Espanha? Acesse os links abaixo!

    Passo a passo para tomar a escolha ideal para o seu caso

    Iniciou suas pesquisas, mas continua em dúvida sobre qual dos dois caminhos escolher? Assegure-se de que seguiu esse passo a passo!

    Passo 1: identifique suas áreas de interesse e habilidades. Considere suas aptidões e paixões acadêmicas, assim poderá escolher um curso e opções de universidades alinhadas com suas preferências. 

    Passo 2: conheça as especificidades de cada exame. Pesquise sobre a estrutura, conteúdo e critérios de avaliação da EBAU e da PCE. Compreender as diferenças entre os exames é fundamental para entender as diretrizes das universidades. 

    Passo 3: consulte as universidades e verifique as exigências específicas dos cursos em que você está interessado. Entre em contato com os departamentos de admissão ou consulte os sites das instituições para obter informações atualizadas sobre os requisitos de cada exame.

    Passo 4: estabeleça um plano de estudo realista e organizado, dedicando tempo suficiente para revisar as matérias-chave exigidas pelas universidades. Considere a contratação de tutores ou a participação em cursinhos preparatórios para maximizar suas chances de sucesso.

    Passo 5: aperfeiçoe suas habilidades linguísticas. Como estudante brasileiro, é fundamental ter um bom domínio da língua espanhola. Por isso, dedique tempo para melhorar suas habilidades, tanto na escrita como na comunicação oral.

    Assim, para finalizar, voltando à pergunta do começo: EBAU ou PCE? Como vimos ao longo do blog, a resposta depende. 

    Ambos os vestibulares são vias válidas para ingressar nas universidades espanholas, e, independente de qual seja o mais indicado para o seu caso, é o seu desempenho e a sua dedicação que determinarão quão perto você estará de realizar o sonho de estudar na Europa. 

    Do nosso lado, desejamos a você boa sorte e nos colocamos à disposição para oferecer todo o suporte necessário em sua jornada de preparação. No que precisar, conte com a Migra!

    Estudar na Espanha é uma oportunidade única, cheia de vantagens acadêmicas e culturais. Um bom assessoramento é essencial para aproveitar ao máximo essa experiência.

    Não perca a chance de uma consulta gratuita para começar sua jornada educacional na Espanha com sucesso: http://bit.ly/48OEyVq