Pular para o conteúdo

Como funcionam os estágios universitários na Espanha?

    Como funcionam os estágios universitários na Espanha?

    Conheça as principais características que moldam os programas de estágios universitários na Espanha!

    Assim como em outros países, os estágios universitários na Espanha desempenham um papel crucial na preparação dos estudantes para o mercado de trabalho. 

    Com um sistema estruturado e diversos objetivos, essas experiências laborais proporcionam aos estudantes uma visão prática do que é trabalhar em sua área de estudo. 

    Ao longo do blog, vamos explorar mais sobre como os estágios universitários funcionam na Espanha e quais são as suas vantagens. Acompanhe!

    O que são estágios universitários?

    Os estágios profissionais oferecem aos estudantes a oportunidade de se envolverem no mundo do trabalho durante seus estudos. 

    Tratam-se de experiências que podem ser remuneradas ou não, e que podem ser realizadas tanto na própria universidade quanto em outras entidades que colaboram com ela, com empresas privadas, tanto em nível nacional quanto internacional.

    Na Espanha, os estágios devem estar relacionados com o campo de estudo do aluno, de modo a complementar sua formação acadêmica.

    Atualmente, no sistema educativo espanhol, os cursos universitários geralmente têm a duração de quatro anos, com 240 créditos (ECTS). No entanto, nem todos os cursos oferecem estágios integrados ao currículo.

    Deste modo, para os casos em que as próprias faculdades não oferecem a opção de estágio integrada em seu currículo acadêmico, os alunos podem buscar uma vaga em empresas ou instituições por conta própria, algo similar ao que acontece no Brasil.

    Quais são as vantagens de fazer estágio universitário na Espanha?

    Fazer um estágio durante os anos universitários na Espanha traz consigo uma série de benefícios que podem impulsionar a carreira de um estudante. Alguns desses benefícios incluem:

    1. Aplicação prática do conhecimento teórico

    Os estágios representam uma oportunidade fundamental para os estudantes levarem o conhecimento adquirido nas salas de aula para o mundo real do ambiente de trabalho. 

    Essa experiência prática não apenas solidifica os conceitos teóricos aprendidos, mas também os ajuda a adquirir um entendimento mais profundo das complexidades do mundo profissional, preparando-os para enfrentar os desafios e demandas do mercado de trabalho.

    2. Desenvolvimento de habilidades

    Não há dúvidas, os estágios universitários desempenham um papel crucial no desenvolvimento das habilidades práticas e competências fundamentais necessárias para o sucesso nas futuras carreiras dos estudantes. 

    Além de promover a aplicação prática do conhecimento teórico, como mencionado anteriormente, essas experiências proporcionam aos alunos a oportunidade de aprimorar habilidades fundamentais, tais como comunicação eficaz, colaboração em equipe, resolução de problemas complexos e adaptação a ambientes dinâmicos.

    3. Networking

    Na Espanha, os estágios não apenas oferecem a oportunidade de adquirir experiência no mundo laboral, mas também permitem aos estudantes construir uma rede de contatos profissionais valiosa. 

    Esse aspecto é especialmente relevante para estudantes brasileiros que planejam estudar na Espanha, uma vez que essa rede pode ser um trampolim significativo para futuras oportunidades de emprego no país. 

    Além disso, cultivar relacionamentos profissionais duradouros pode ser uma vantagem considerável ao embarcar em uma carreira internacionalmente orientada.

    4. Possibilidade de contratação

    Muitas empresas veem os estágios como uma oportunidade de identificar e recrutar talentos promissores. 

    Assim, os estágios universitários  na Espanha podem se tornar um caminho direto para oportunidades de emprego após a formatura, permitindo que os estagiários mostrem suas habilidades e se destaquem no mercado de trabalho espanhol.

    5. Exploração de áreas de interesse

    Os estágios oferecem aos estudantes a chance de mergulhar em diferentes áreas de trabalho relacionadas aos seus estudos, ajudando-os a descobrir seus interesses e preferências profissionais.

    Ao experimentar diversos aspectos da sua área, os estagiários podem refinar suas ambições e desenvolver uma visão mais clara de suas trajetórias profissionais futuras.

    Quais são os tipos de estágios profissionais na Espanha?

    Para quem está se preparando para estudar na Espanha, é fundamental entender os diversos tipos de estágios profissionais disponíveis e os requisitos associados a cada um. 

    Aqui está uma visão detalhada das modalidades de estágios:

    “Prácticas no laborales”

    Os estágios não laborais são aquelas que não são reguladas pelo Estatuto dos Trabalhadores e, portanto, não são estabelecidas por meio de contratos de trabalho. Estas podem ser de diferentes tipos, como:

    • Estágios para graduados sem experiência: destinados a jovens entre 18 e 25 anos que estão desempregados e que possuem uma certificação oficial, seja universitária ou de Formação Profissional (FP).
    • Estágios de formação para o emprego: visam capacitar os indivíduos para realizar um trabalho específico e sua duração pode variar em cada comunidade autônoma. 
    • Estágios de Formação Profissional: realizados por estudantes que estão concluindo um curso formativo.
    • Estágios universitários: regulamentados pelo Estatuto do Estudante Universitário e pelo Espaço Europeu de Educação Superior.

    Dentro dos estágios universitários, temos duas opções possíveis. São elas:

    1. Estágios curriculares: este tipo de prática é concebido como uma atividade acadêmica integrada no Plano de Estudos.
    2. Estágios extracurriculares: este tipo de prática é voluntário. Os alunos podem realizá-las durante sua formação, mas elas não são obrigatórias

    Ambos ocorrem durante um período específico e, durante esse tempo, um professor do curso e um profissional da empresa podem avaliar o desempenho do estudante. 

    “Prácticas laborales”

    Agora vamos falar sobre outro tipo de estágio, que são os estágios laborais. Estes são chamados assim pois estão regulados pelo Estatuto dos Trabalhadores, indicando que a ligação entre o estagiário e a empresa é feita através de um contrato de trabalho.

    Em linhas gerais, o contrato de estágio tem como objetivo permitir que o trabalhador adquira a prática profissional mais adequada à formação que recebeu.

    Neste caso, não há limites de idade, apenas é necessário apresentar um diploma universitário ou equivalente. 

    No entanto, para assinar este contrato, é necessário que não tenham passado mais de cinco anos desde a conclusão dos estudos. Salvo que o interessado tenha menos de 30 anos; neste caso,  poderá assinar o contrato mesmo que tenham passado mais de cinco anos.

    A duração deste contrato de estágio pode variar de seis meses a dois anos, podendo ser sujeita a mudanças conforme outros acordos regulatórios. 

    Quanto ao salário, é essencial notar que este nunca pode ser inferior a 60% (no primeiro ano) ou 75% (no segundo ano) do salário estabelecido em acordo para um funcionário que exerça o mesmo cargo ou similar.

    Quer saber mais sobre o universo por trás do seu sonho de estudar na Espanha? Conheça o Blog Migra e tenha acesso gratuito a conteúdos detalhados sobre a vida de estudante na Espanha!

    Estudar na Espanha é uma oportunidade única, cheia de vantagens acadêmicas e culturais. Um bom assessoramento é essencial para aproveitar ao máximo essa experiência.

    Não perca a chance de uma consulta gratuita para começar sua jornada educacional na Espanha com sucesso: http://bit.ly/48OEyVq