Pular para o conteúdo

Conheça os direitos dos estrangeiros que estudam na Espanha

    Conheça os direitos dos estrangeiros!

    Conhecer os direitos dos estrangeiros é fundamental, sobretudo quando consideramos que a Espanha abriga mais de 5 milhões de cidadãos expatriados em seu território

    Se você está pensando em estudar ou morar na Espanha, compreender seus direitos como estrangeiro é essencial para uma transição suave e uma estadia tranquila em seu novo lar.

    Neste blog, vamos explorar os principais direitos dos estrangeiros na Espanha, proporcionando informações valiosas sobre residência legal, direitos trabalhistas e acesso à educação. Confira!

    Moradia legal na Espanha: escolha o caminho que se adeque a você

    Viver legalmente na Espanha é o primeiro passo para acessar uma gama de benefícios. 

    Atualmente, existem diferentes vias para morar legalmente no país, como o visto de estudante, o visto de trabalho, o visto de empreendedor, o reagrupamento familiar e, claro, a dupla nacionalidade – para, por exemplo, descendentes de familiares espanhóis ou de outros cidadãos europeus. 

    Cada uma das opções citadas anteriormente atende a situações específicas, e entender qual se encaixa melhor em sua circunstância é crucial para uma estadia bem-sucedida.

    Direitos dos estrangeiros à educação

    Na Espanha, os estrangeiros residentes no país têm o direito de matricular seus filhos em escolas públicas ou privadas, garantindo acesso igualitário à educação.

    Como funcionam os estágios universitários na Espanha?

    O sistema educacional oferece oportunidades desde a educação infantil até o ensino superior, permitindo que os filhos dos imigrantes tenham os mesmos direitos e oportunidades educacionais que as crianças espanholas.

    Já no caso daqueles que vivem no Brasil ou em outro país e desejam iniciar uma graduação na Espanha, as universidades do país, públicas e privadas, contam com sistemas abertos a estrangeiros. 

    Ainda que cada instituição tenha liberdade para estabelecer seus processos e critérios de admissão, como vestibulares, nível de espanhol e afins, o acesso ao ensino superior no país por parte de estrangeiros é possível. Anualmente, o país recebe milhares de estudantes de diversas partes do mundo. 

    De todos os modos, tenha em mente que, uma vez devidamente matriculado, ao embarcar nesta jornada acadêmica, você tem direito a um ambiente acadêmico justo, participação em atividades estudantis e acesso a serviços de suporte.

    Direitos Trabalhistas: igualdade no ambiente de trabalho

    Você sabia que estudantes também podem trabalhar na Espanha?

    A legislação espanhola estabelece direitos trabalhistas abrangentes para garantir tratamento justo aos trabalhadores estrangeiros. Isso inclui o direito ao salário mínimo, horas de trabalho regulamentadas e férias remuneradas. 

    Igualmente, as proteções contra discriminação asseguram que todos, independentemente da origem e etnia, desfrutem de igualdade no local de trabalho.

    Outras informações importantes e direitos assegurados por Lei

    A Espanha tem uma lei específica sobre direitos dos Estrangeiros, a “Ley Orgánica 4/2000, de 11 de enero”, a qual sinaliza, entre outros pontos, o respeito aos seguintes princípios, deveres e direitos:

    • A igualdade efetiva entre homens e mulheres;
    • A integração social dos imigrantes por meio de políticas transversais dirigidas a todos os cidadãos;
    • A efetivação do princípio da não discriminação e, consequentemente, o reconhecimento da igualdade de direitos e obrigações para todos os que residam ou trabalhem legalmente na Espanha, nos termos previstos na Lei;
    • Todos os estrangeiros com um visto ou uma autorização de permanência na Espanha por um período superior a seis meses devem obter a TIE (cartão de identidade do estrangeiro), que deverão solicitar pessoalmente no prazo de um mês a contar da sua entrada na Espanha ou da concessão da autorização;
    • Os estrangeiros que se encontrem em território espanhol têm o direito e o dever de conservar a documentação que comprove sua identidade, bem como a que comprove a sua situação em Espanha (neste caso, passaportes e TIE);
    • Os estrangeiros, independentemente do seu status administrativo, têm direito a serviços e benefícios sociais básicos;
    • Em geral, os estrangeiros residentes estarão sujeitos aos mesmos impostos que os espanhóis;
    • Os estrangeiros que tenham sido expulsos não podem entrar na Espanha, nem obter um visto para esse efeito, enquanto durar a proibição de entrada.

    10 conteúdos complementares

    Estudar na Espanha é uma oportunidade única, cheia de vantagens acadêmicas e culturais. Um bom assessoramento é essencial para aproveitar ao máximo essa experiência.

    Não perca a chance de uma consulta gratuita para começar sua jornada educacional na Espanha com sucesso: http://bit.ly/48OEyVq